sábado, 17 de março de 2012

Google passará pela maior reformulação da história


O Google vai fazer a maior renovação do seu mecanismo de busca da história para continuar competitivo e para adicionar novas tecnologias, segundo o The Wall Street Journal. 

imagem


Amit Singhal, executivo da empresa, afirmou que o buscador do Google funcionará "da mesma forma que os humanos entendem o mundo". As mudanças começarão a aparecer nos próximos meses, e uma reformulação completa para a "próxima geração de busca" vai levar anos para ser concluída.

As alterações não devem eliminar a forma atual de busca a partir de palavras-chave. O Google trabalha, na verdade, em uma forma de desenvolver um sistema que encontra resultados mais relevantes. 

Um mecanismo chamado "busca semântica" deve ser incorporado ao buscador. Com ele, as pesquisas serão mais relacionadas a pessoas e lugares. Com isso, quando o usuário fizer uma busca, por exemplo, sobre "quais são as dez maiores cidades brasileiras", em vez de receber links para sites que possam ter a resposta, ele receberá uma lista com as cidades. 

Essa alteração deve modificar a forma como o mecanismo de busca funciona, impactando em algo entre 10% e 20% das pesquisas feitas no Google.

As novas mudanças vão se aliar a outras iniciativas do Google de tornar os resultados das pesquisas mais "pessoais". Recentemente o buscador foi integrado ao Google+, mostrando resultados relacionados também aos amigos e contatos darede social.

onte: Online/Wsj

sexta-feira, 9 de março de 2012

Tutorial: Como instalar Sistema Android em seu computador

Atualmente o projeto do Android-x86 já permite a instalação do Android 2.2 Froyo em computadores e notebooks. No site do projeto há versões específicas para diversos tipos de hardware como ASUS laptops/tabletsASUS Eee PC, Motion M1400 Tablet PCLenovo Ideapad S10-3TDell Inspiron Mini Duo, tablets com Tegra 2, Viewpad10 e HP Pavilion tx2500, entre outros.
Agora o Android-x86 tem uma versão baseada no Android 4.0.
A façanha é possível graças ao projeto Android-x86, que portou o sistema do robozinho para a plataforma Intel. Aliás, o melhor é que dá para testar o Android em qualquer computador sem precisar instalar o sistema. Basta baixar o Live Image, que nada mais é que uma copia do CD com a imagem da instalação. Assim, em poucos minutos, qualquer pessoa com um conhecimento mínimo de informática está apto à instalar o Android no computador da sua casa, por exemplo, e brincar que está usando um smartphone.
É claro que ele se dá melhor com dispositivos portáteis, já que ao contrário do seu avô, o Linux, do qual é derivado, o Android foi otimizado para rodar em smartphones com telas sensíveis ao toque como o Google Nexus One, o Motorola Milestone, o Nokia N97 entre outros.
Se você está louco para testar o Android, e não tem como comprar um smartphone, a hora é agora! Em primeiro lugar, baixar o live image do site oficial, clique aqui.

Note que a última versão é 1.6. E há dois tipos básicos de arquivos .ISO no site. Um é o para ser queimado num CD, outro é para ser gravado num pen-drive. Minha intenção nesse artigo não é entrar em todos os detalhes sobre o processo de instalação, por isso indicarei os passos básicos, partindo do princípio que o leitor saiba como gravar um arquivo de imagem de CD.
No Windows é preciso usar um software como o Nero e escolher a opção de gravar imagem. Nunca faça simplesmente a copia para um CD de dados, ou utilize o sistema de gravação do próprio Windows. Para quem utiliza o Linux há dois softwares muito bons para gravar a imagem do CD: o Braser e o K3B.
Agora, quem preferir baixar o Live USB para testar o Android num computador sem CD, ou num netbook, o processo é um pouco mais complicado, mas não é nenhum bicho de sete cabeças. O melhor aplicativo para gravar a imagem, para usuários do Ubuntu, está no próprio SO. Basta ir no menu “Sistema”, “Administração”, “Create a USB Startup disk” e seguir as orientações do aplicativo, indicando o local aonde está o arquivo ISO baixado e a partição onde gravar o sistema (sda,sdb,sdc, etc).
Lembrando que é preciso habilitar a opção de inicializar pelo CD ou pen drive na BIOS do computador, senão o sistema não irá rodar.

Outra opção, nesse caso é usar o aplicativo Unetbootin, que tem versão tanto para Windows como para Linux. O processo é o mesmo, selecione a opção de gravar a partir da imagem ISO (diskimage), selecione a opção deseja em “Type” e a unidade destino, e clique em OK. Então é só aguardar o processo de gravação e reiniciar o computador com o CD no drive ou o Pen drive.

O UNetbootin irá copiar os arquivos para seu pendrive. Isto pode levar alguns momentos, dependendo da velocidade do seu disco flash.

Assim que terminar, ele irá perguntar se você deseja reiniciar, basta sair e executar o Android a partir do seu flash drive quando você quiser.

Feito isso, espere aparecer a tela do Live CD ou Live USB e selecione a opção “Run Android-x86 without installation”

Você verá um prompt texto por alguns momentos, como o Android começa a carregar.

Em seguida, você verá a tela de inicialização do Android.

Após alguns segundos, você vai ver o desktop Android … no seu netbook ou computador! Você pode acessar rapidamente um dos aplicativos na tela inicial, ou abra o menu para ver mais opções.
Você pode até mesmo instalar novos aplicativos com o AndAppStore incluído, embora estes só serão instalados enquanto esta sessão Android está sendo executado. Se você reiniciar seu computador, você só vai ver as aplicações e configurações padrão novamente.

Conclusão
Se você está curioso sobre como funciona o Android e gostaria de experimentá-lo em uma máquina real, esta é uma ótima maneira de ver o quão rápido um sistema operacional móvel pode estar em um netbook ou desktop. Desejamos que era mais estável e realmente pode armazenar programas e configurações na unidade flash, mas não funcionou como um bom substituto para Puppy Linux ou outra luz, distribuições Live CD. Corre-se muito mais rápido em um computador real do que no emulador. Uma vez que você estiver executando a partir de um flash drive, você não precisa se preocupar com nada mexer-se, então vá em frente e experimentá-lo, divirta-se.
Você tem dúvidas, sugestões ou críticas? Deixe aqui o seu comentário. Instale o Android em seu computador e deixe aqui também a sua experiência.

Fontes: Unders Tech

CNN diz que Mark está triste com o comportamento dos brasileiros no Facebook



O canal de notícias CNN disse que Mark Zuckerberg está triste com o comportamento dos brasileiros na rede social Facebook. “Se por um lado, os brasileiros fazem o Facebook crescer, por outro estragam tudo”, disse.
Os engenheiros do Facebook estavam pensando em permitir a inserção de imagens no formato gifs animados (imagens com movimento), mas Mark impediu a ideia por causa do Brasil. Segundo Mark, se o Facebook abrir espaço para os Gifs, o compartilhamento entre os usuários brasileiros ficará igual ao Orkut, cheio de letrinhas coloridas, se mexendo, com mensagens de carinho e amor.
Sobre a possibilidade de fechar o Facebook no Brasil, Mark descarta. “Não irei censurar os brasileiros de usarem a rede, mas criarei um manual de comportamento”.
Ao ser interrogado sobre o Facebook está se transformando em um Orkut, no Brasil, Mark disse que não existe diferença entre as redes sociais, a diferença está em quem usa. “Qualquer se
rviço na Internet que tenha usuários brasileiros, em grandes proporções, vira um problema”, disse.

Fonte

terça-feira, 6 de março de 2012

Google+: 50 milhões de usuários ativos por dia !


google plus Google+: 50 milhões de usuários ativos por diaDe acordo com um artigo do New York Times, o Vice-Presidente de Engenharia do Google e responsável pelo desenvolvimento do Google+, Vic Gundotra, resolveu desmistificar a ideia de “cidade fantasma” – que a mídia mundial vem fazendo do projeto social – ao divulgar novos números oficiais.
Gundotra afirma que a gigante de Mountain View nunca presenciou o crescimento de um produto tão rápido, contabilizando atualmente de 100 milhões de usuários ativos por mês. Dentro desta base gigantesca, ele diz que 50 milhões participam do Google+ todos os dias, em outras palavras, o número de usuários ativos diários.
“Esta é apenas a próxima versão do Google”, disse Gundotra, observando que ele vê o Google Plus como uma camara social que envolve a experiência do Google. “Tudo está sendo atualizado. Nós já temos os usuários. Estamos atualizando para o que consideramos o Google 2.0″.

Page View